Como E Porque Sou Romancista

Como e porque sou romancista faz parte da coleção de trabalhos inéditos, mais ou menos incompletos, que mais tarde, sob o título geral de Obras Póstumas, hão de vir à luz...

ver detalhes
Til

Se um livro percorreu décadas, séculos e chegou até nós com o rótulo de "clássico" é porque muita, mas muita gente o leu, gostou e projetou esse prazer para além de seu...

ver detalhes
Iracema

Publicado em 1865, Iracema faz parte de um capítulo fundamental da nossa literatura e da nossa cultura. A história da "virgem dos lábios de mel", do "cabelo mais negro que a...

ver detalhes
Iracema

Neste clássico da literatura brasileira, José de Alencar conta a história de amor entre a virgem tabajara Iracema e Martim, guerreiro branco, inimigo de seu povo. O romance...

ver detalhes
Iracema

Iracema (ou Iracema, lenda do Ceará) é um romance da literatura romântica brasileira publicado em 1865 e escrito por José de Alencar, fazendo parte da trilogia indianista do...

ver detalhes
Lucíola

Lucíola é um dos romances do escritor brasileiro José de Alencar. Foi publicado em 1862. José de Alencar narra pelo personagem-narrador Paulo o amor deste por Maria da...

ver detalhes
Lucíola

Na melhor tradição romântica, Lucíola é um livro onde se debatem paixões tórridas e contraditórias. O amor que não resiste às barreiras sociais e morais. Assim é o...

ver detalhes
Lucíola

Com os pais e irmãos doentes, sem dinheiro para comprar remédios e alimentos, Lúcia aceita a ajuda de um homem mau-caráter que apenas quer possui-la. Apesar de seu gesto...

ver detalhes
Encarnação

Romance póstumo de José de Alencar, publicado em 1893, narra a história de amor impossível de Amália com o viúvo Hermano. Livre, moderna e independente, Amália não tem...

ver detalhes
Lucíola - Edição De Bolso

Lucíola foi publicado em 1862, pela Livraria Garnier, conquistando um imenso sucesso de público, especialmente o feminino. A obra explora o sofrimento vivido por Lúcia,...

ver detalhes
página 1 de 3