Que Semana É Essa? - Andréia Sadi

Informações:

Sinopse

Os assuntos que mobilizam a opinião pública, com a análise crítica de Andréia Sadi.

Episódios

  • É muito difícil acreditar que haverá pacificação no Exército com a ida de Braga Netto à Defesa

    'É muito difícil acreditar que haverá pacificação no Exército com a ida de Braga Netto à Defesa'

    02/04/2021 Duração: 09min

    Andréia Sadi fala sobre a crise na Defesa, com a troca dos comandantes das Forças Armadas e do ministro da Defesa e avalia o que virá pela frente. Comentarista destaca que a ida de Braga Netto para o ministério da Defesa, foi vista pelas próprias Forças com desconfiança. O ministro será cobrado por Bolsonaro e a dúvida dos militares é se ele vai estender essa pressão à cúpula do Exército.

  • Novo ministro da Saúde, Queiroga não tem autonomia enquanto Pazuello estiver ao lado

    Novo ministro da Saúde, Queiroga não tem autonomia enquanto Pazuello estiver ao lado

    19/03/2021 Duração: 09min

    Andréia Sadi fala da dificuldade que Bolsonaro tem para dispensar Eduardo Pazuello, um dos ministros mais próximos ao presidente. Ela diz que o futuro de Pazuello pode ser parecido ao de Abraham Weintraub, ex-ministro da Educação.

  • O efeito Lula em Jair Bolsonaro

    O efeito Lula em Jair Bolsonaro

    12/03/2021 Duração: 08min

    Andréia Sadi comenta a reação do presidente Jair Bolsonaro após a decisão que anulou as condenações de Lula. Mesmo orientado a mudar seu discurso, Bolsonaro voltou a criticar os governadores e o isolamento social na sua 'live' semanal. 'A essência do presidente é outra', diz a comentarista.

  • Parlamentares são imbatíveis quando querem legislar em causa própria

    'Parlamentares são imbatíveis quando querem legislar em causa própria'

    26/02/2021 Duração: 07min

    Andréia Sadi comenta a tentativa de votar a PEC que muda regras da imunidade parlamentar, proposta que pode dificultar a prisão em alguns casos e que deve ser votada nesta sexta-feira. 'Não deveria ser prioridade em um país que teve recorde de mortes por causa da Covid-19'.

  • A tendência é manter a prisão do deputado Daniel Silveira no plenário da Câmara

    'A tendência é manter a prisão do deputado Daniel Silveira no plenário da Câmara'

    19/02/2021 Duração: 06min

    Andréia Sadi disse que essa tendência foi costurada e foi mudando ao longo dos últimos dois dias. A decisão unânime do STF de referendar a prisão e a pressão dos partidos do centrão influenciaram na mudança de postura. Ela falou sobre ‘o espírito de corpo’. Mas, ela explica que Daniel Silveira para os políticos é ‘um corpo estranho’ dentro da Casa, mas não no bolsonarismo. Andréia Sadi conta o que ouviu dos parlamentares para justificar o voto desta sexta-feira. Ela também cita o silêncio do Palácio do Planalto sobre o caso.

  • Pazuello é foco duplo de pressão: na justiça e no Congresso

    Pazuello é foco duplo de pressão: na justiça e no Congresso

    12/02/2021 Duração: 08min

    Sadi comenta o desempenho do ministro da Saúde Eduardo Pazuello em sua fala no Senado federal. ‘É muito impressionante com o ministro está na linha de frente das ações da Covid, mas vai modulando o discurso de acordo com o público’. No caso específico do Senado, ele foi muito cobrado porque os parlamentares são muito cobrados nas suas bases também. “Eles pressionaram daquela maneira no microfone. Senador Eduardo Braga, por exemplo, foi pontual dizendo: ‘não, ministro, não está tudo bem’”.

  • A gente está em 2022 desde 2018

    'A gente está em 2022 desde 2018'

    05/02/2021 Duração: 10min

    Andrea Sadi fala sobre as movimentações para as eleições. 'O governo percebeu que para sobreviver politicamente precisava se aproximar do centrão, precisava fazer política, aquilo que o presidente falou algumas vezes que não iria fazer'. Ela acrescenta que ao presidente interessa a polarização com o PT. Bolsonaro entendeu que precisa esvaziar os candidatos de centro-direita. 'A eleição da Câmara sinaliza para 2022'.

  • Clima entre Mourão e Bolsonaro piorou de vez

    Clima entre Mourão e Bolsonaro piorou de vez

    29/01/2021 Duração: 06min

    É o pior momento da relação entre os dois, diz Andréia Sadi. Presidente Bolsonaro já deu recados de que não quer o Mourão ao lado na disputa presidencial em 2022.

  • Governadores acertam cota extra de vacina para Manaus

    Governadores acertam cota extra de vacina para Manaus

    22/01/2021 Duração: 05min

    Andréia Sadi destaca que a informação foi passada pelo governador do Piauí, Wellington Dias, que participou da reunião de um grupo de trabalho que discute o colapso do sistema de saúde em Manaus e defendeu junto aos governadores, por meio do grupo no WhatsApp, que o Amazonas receba uma parte maior dessas novas doses. Das vacinas que vão chegar, Manaus deve receber o dobro. Governadores de 22 estados já tinham dado 'ok' para a proposta.

  • Sem data para vacinação, Ministério da Saúde pede para adiar reunião com governadores

    Sem data para vacinação, Ministério da Saúde pede para adiar reunião com governadores

    13/01/2021 Duração: 08min

    Andréia Sadi recebeu a informação do governador do Piauí, Wellington Dias (PT). O encontro estava marcado para esta terça-feira, dia 12, mas, agora, será realizado na próxima terça, dia 19 porque não há, ainda, detalhes sobre o cronograma da campanha de imunização. 'É um cenário em que todos estamos no escuro', afirma. Nos bastidores, a comentarista conta que o que se discute é quem vai tirar a primeira foto da vacina.

  • Bolsonaro fortalece ala ideológica e abandona bandeiras de campanha

    Bolsonaro fortalece ala ideológica e abandona bandeiras de campanha

    08/01/2021 Duração: 09min

    Falas de presidente sobre os ataques ao Capitólio e a pandemia evidenciam o discurso direcionado para o bolsonarista raiz, que compõe a base do governo. Para Andreia Sadi, o isolacionismo prejudica o Brasil e transforma o país em pária na Saúde Pública.

  • Governo tenta reverter pauta do auxílio emergencial

    Governo tenta reverter pauta do auxílio emergencial

    18/12/2020 Duração: 09min

    Andrea Sadi fala sobre a mais nova briga entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o presidente Jair Bolsonaro. O assunto foi pautado para hoje após Bolsonaro jogar a responsabilidade do não pagamento do 13º para beneficiários do Bolsa Família sobre Maia. Durante a live, Bolsonaro respondeu a um seguidor dizendo que não teria o pagamento porque Rodrigo Maia deixou a MP caducar. Maia reagiu e chamou Bolsonaro de mentiroso.

  • Pazuello cumpriu exatamente o que o presidente esperava dele

    'Pazuello cumpriu exatamente o que o presidente esperava dele'

    11/12/2020 Duração: 07min

    Andreia Sadi fala da reunião do ministro da Saúde Eduardo Pazuello com governadores. 'Pazuello praticamente é uma autoridade que não autoriza nada. A palavra final é sempre do presidente da República'. Ela falou da pressão dos governadores e, em particular, do governador João Doria, que fez o governo federal mudar um pouco o tom do discurso. Ela acrescenta que a retomada da economia depende de um plano de vacinação.

  • Governo negocia cargos para tirar Maia e ter aliado na presidência da Câmara

    Governo negocia cargos para tirar Maia e ter aliado na presidência da Câmara

    04/12/2020 Duração: 08min

    Andréia Sadi diz que a intenção é ter alguém no cargo que faça o que o Planalto quer, assim como acontece com os ministros. 'Maia é alinhado com a pauta econômica, mas não é aliado do governo', explica. Por isso, segundo ela, há uma mobilização para emplacar Arthur Lira (PP-AL), que inclui negociação de cargos e ministérios. Ela destaca ainda que a expectativa é que o Supremo ache um caminho para permitir que Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre possam concorrer à reeleição na Câmara e no Senado, respectivamente.

  • Segundo turno: os radares estão voltados para a abstenção e a questão da pandemia

    Segundo turno: os radares estão voltados para a abstenção e a questão da pandemia

    29/11/2020 Duração: 31min

    Andréia Sadi fala sobre como a abstenção pode ser decisiva no segundo turno das eleições. Em São Paulo, para cada candidato, a eventual abstenção alta tem um efeito diferente. Ela também falou sobre os padrinhos políticos. 'O fator padrinho no segundo turno foi irrelevante. No caso do Rio, apesar de Crivella ser o predileto do presidente, Eduardo Paes não tem a rejeição da família Bolsonaro. Sadi destacou ainda a eleição de Porto Alegre, com 'a disputa no campo da ideologia'. Ela também citou Recife, com uma campanha com poucas propostas e muita fake news. Segundo ela, a briga entre PT e PSB pode ter um desdobramento importante para 2022, com um racha entre partidos de esquerda. Sadi também faz uma análise da postura dos partidos de esquerda na disputa pelo segundo turno.

  • Bolsonaro estava esperando a saída de Celso de Mello para poder colocar em campo estratégia final

    'Bolsonaro estava esperando a saída de Celso de Mello para poder colocar em campo estratégia final'

    27/11/2020 Duração: 12min

    Andrea Sadi analisa a postura do presidente Bolsonaro que decidiu não depor em inquérito que investiga suposta tentativa de interferência na Polícia Federal. Bolsonaro acha que esse inquérito dá uma espécie de palanque para o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro. 'O objetivo dele político, antes do jurídico, é não dar esse espaço para Sérgio Moro'. A expectativa do governo é que esse inquérito seja arquivado o mais rápido possível. 'Nos bastidores, alguns assessores dentro do governo acreditam que com o inquérito arquivado, Bolsonaro pode resgatar estratégia de nomear Alexandre Ramagem para o comando da Polícia Federal'.

  • O eleitor não quer experimentar uma nova aventura

    'O eleitor não quer experimentar uma nova aventura'

    15/11/2020 Duração: 29min

    Andréia Sadi faz uma análise das eleições 2020. Ela explica que os levantamentos apontam que o eleitor quer o que ele já conhece, no que ele já confia. Sadi destaca que quem foi bem na condução da pandemia está bem nas pesquisas, como os casos de Bruno Covas, em São Paulo, e Bruno Reis, em Salvador. 'O eleitor não quer um novo caos, ele quer alguém que já tenha experiência na administração'. Ela falou também sobre o papel dos padrinhos políticos e citou Bolsonaro. 'No caso de Bolsonaro, o foco é derrotar o inimigo e a esquerda'. Os próprios assessores dele avaliaram que foi um erro se envolver.

  • Quem acompanha o noticiário não se surpreende com Bolsonaro

    'Quem acompanha o noticiário não se surpreende com Bolsonaro'

    13/11/2020 Duração: 12min

    Andréia Sadi analisou a relação do presidente Jair Bolsonaro com as eleições municipais em 2020. A comentarista afirmou que Bolsonaro não tinha motivo para apoiar candidatos, já que não tem partido. 'O Planalto deve ficar atento. As eleições municipais vão ser um termômetro para 2022', afirma Sadi.

  • Eleição nos EUA pode baixar a bola do governo brasileiro em relação a discursos ideológicos

    Eleição nos EUA pode 'baixar a bola' do governo brasileiro em relação a discursos ideológicos

    06/11/2020 Duração: 10min

    Andréia Sadi fala sobre os impactos da eleição nos EUA no governo Bolsonaro. De acordo com assessores, no caso de uma vitória democrata, o presidente pode mudar o tom para fazer uma sinalização a Joe Biden, pois a vida comercial precisa seguir.

  • O problema do governo é o próprio governo

    'O problema do governo é o próprio governo'

    30/10/2020 Duração: 14min

    Andréia Sadi comenta as polêmicas envolvendo os ministros do governo Bolsonaro, como o recente caso dos ataques do Ricardo Salles ao presidente da Câmara dos Deputados e as divergências entre Paulo Guedes e Rogério Marinho.

página 1 de 2