Dia A Dia Da Economia - Míriam Leitão

Sinopse

Análise diária dos principais fatos da economia com uma das mais importantes e influentes jornalistas do país.

Episódios

  • Manaus não pode ser condenado por sua distância em relação a outros centros

    'Manaus não pode ser condenado por sua distância em relação a outros centros'

    15/01/2021 Duração: 09min

    Míriam Leitão fala sobre os assuntos de marcaram a semana e destaca a situação em Manaus, que está sem oxigênio para atender pacientes. Comentarista afirma que o governo tem que ser capaz de chegar em todos os lugares. 'Não existe um lugar longe demais em uma federação', diz. Ela destaca ainda que todas as autoridades são responsáveis, mas o Governo Federal tem um papel fundamental de coordenação. 'E o que aconteceu lá foi um colapso logístico', avalia. Míriam fala de outros acontecimentos da semana, como o fechamento das fábricas da Ford e o processo de impeachment de Trump nos EUA.

  • Manaus é um sinal avançado do que pode acontecer no resto do Brasil

    'Manaus é um sinal avançado do que pode acontecer no resto do Brasil'

    15/01/2021 Duração: 06min

    Míriam Leitão fala do cenário dramático da Covid-19 no Amazonas, com a falta de oxigênio para pacientes. ‘O que está acontecendo lá é uma tragédia’. Míriam Leitão cita a postura de tranquilidade do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, durante uma live ao lado de Bolsonaro. Diz que o estado está em colapso, como se não dependesse do governo. 'A atitude em si do governo é chocante'. Ela acrescenta que 'o que estamos vivendo no Brasil é além do que é possível tolerar'.

  • A comunicação do Ministério da Saúde é deplorável

    'A comunicação do Ministério da Saúde é deplorável'

    14/01/2021 Duração: 08min

    Míriam Leitão destaca que o ministro Eduardo Pazuello tem que respeitar a população brasileira e apresentar informações a todos, e não apenas para grupos que o visitam. 'A palavra tem que ser clara e transparente', diz. Comentarista ressalta ainda que quem fez avançar o processo de vacinação no Brasil foram dois institutos centenários, O Butantan e a Fiocruz, que fizeram o seu papel e foram atrás dos imunizantes.

  • Bolsonaro deixou de lado tudo do cardápio liberal

    Bolsonaro deixou de lado tudo do cardápio liberal

    14/01/2021 Duração: 06min

    Míriam Leitão comenta a irritação do presidente Bolsonaro com o anúncio de fechamento de agências e desligamento de 5 mil trabalhadores do Banco do Brasil. Ele teme desgaste político com a medida, anunciada no mesmo dia do anúncio da saída da Ford do país.

  • Processo de impeachment contra Trump visa estabelecer precedente

    Processo de impeachment contra Trump visa 'estabelecer precedente'

    13/01/2021 Duração: 07min

    Míriam Leitão destaca que o processo de impeachment que está sendo votado nos EUA, mesmo uma semana antes do fim do mandato de Trump, tem como objetivo passar a mensagem de que um presidente não pode incitar a população a invadir o Congresso e ficar tudo bem. Comentarista explica que juristas defendem que Trump seja punido pela emenda 14. Ela estabelece que se torna inelegível o presidente que se envolve em insurreição ou rebelião contra a Constituição dos EUA. Isso precisaria de maioria simples nas duas Casas.

  • Tem joio e trigo no agronegócio brasileiro

    'Tem joio e trigo no agronegócio brasileiro'

    13/01/2021 Duração: 05min

    Míriam Leitão analisa a postura de Emmanuel Macron ao dizer que não precisa da soja brasileira. O presidente da França prometeu ‘soja europeia’ para evitar desmatamento da Amazônia. Míriam destaca que na fala, Macron ignorou o acordo ‘Moratória da Soja’. Ela acrescenta que 'falta ao agronegócio brasileiro defender de forma clara o meio ambiente e denunciar o grupo que tem comportamento diferente'.

  • Inflação pode bater 6% no acumulado em 12 meses até o fim do primeiro semestre

    Inflação pode bater 6% no acumulado em 12 meses até o fim do primeiro semestre

    12/01/2021 Duração: 06min

    A expectativa dos economistas é que a taxa caia em janeiro, principalmente porque a energia elétrica vai ficar mais barata com a bandeira amarela, e continue baixa na avaliação mensal, mas vai continuar pesando. Segundo Míriam Leitão, o grande problema é que isso vai coincidir com o aumento do desemprego em meio às incertezas sobre a pandemia e à alta do dólar. 'A grande variável vai ser o câmbio, que está pressionando', comenta ela.

  • Ministro da Economia vive ambiente de autoengano

    'Ministro da Economia vive ambiente de autoengano'

    12/01/2021 Duração: 06min

    Míriam Leitão analisa a decisão da Ford a encerrar as atividades no Brasil. Ela fala de uma mudança global da indústria automobilística, com a mudança de motor a combustão para motor elétrico ou motor híbrido. Míriam destaca que no Brasil, as empresas foram lentas nas transformações porque dependem de subsídios. Ela também falou da declaração de Paulo Guedes que disse que a decisão da Ford 'destoa' de uma forte recuperação observada no setor industrial. 'Não tem recuperação forte'.

  • Governo de SP errou ao divulgar resultados da Coronavac pela metade

    'Governo de SP errou ao divulgar resultados da Coronavac pela metade'

    11/01/2021 Duração: 09min

    Para Míriam Leitão, o governo paulista, que investe no desenvolvimento de uma vacina contra a Covid-19 em parceria com a farmacêutica Sinovac, errou ao divulgar os dados de eficácia do imunizante sem informar a 'eficácia global', que, segundo ela, seria a informação mais importante. 'Não sei porque foram por esse caminho na comunicação de um assunto que já está cheio de ruídos', afirma. Míriam afirma, ainda, que disputas a respeito de vacinas são motivadas por questões políticas, e não por discordância entre os cientistas.

  • Os estados precisam privatizar para aumentar a agilidade e a arrecadação de recursos

    'Os estados precisam privatizar para aumentar a agilidade e a arrecadação de recursos'

    11/01/2021 Duração: 06min

    Míriam Leitão fala sobre o calendário de privatizações, concessões e parcerias público-privadas em 2021 no âmbito estadual. Todos os estados estão com dificuldades fiscais. 'É preciso que estados e municípios olhem para suas oportunidades'. Ela destaca que uma oportunidade que se abre é na área do saneamento.

  • Invasão ao Capitólio foi o fato mais inesperado da história

    Invasão ao Capitólio foi 'o fato mais inesperado da história'

    08/01/2021 Duração: 07min

    No resumo da semana, Míriam Leitão destaca as cenas de barbáries e vandalismo vistas na invasão ao Capitólio, em Washington. Ela lembra a eleição na Geórgia que garantiu a maioria democrata no Senado dos EUA e fala sobre a divulgação do áudio onde Trump ameaça e pressiona um secretário de estado da Geórgia para ele mudar o resultado da eleição. No Brasil, Bolsonaro disse que o Brasil estava quebrado. Na Câmara, foi formalizada a candidatura de Baleia Rossi, que terá o apoio do PT. Semana teve boas notícias sobre as vacinas, mas superamos a marca de 200 mil mortes por Covid-19.

  • Técnicos do Butantan e Fiocruz não estão entrando na pilha da briga política pela vacina

    'Técnicos do Butantan e Fiocruz não estão entrando na pilha da briga política pela vacina'

    08/01/2021 Duração: 05min

    Butantan e Fiocruz devem pedir hoje à Anvisa autorização para o uso emergencial das vacinas. A expectativa é de que a imunização esteja disponível até o fim do mês. Míriam Leitão analisa a importância de tudo isso para o cenário e a economia brasileira. Ela destaca que temos duas vacinas com participação efetiva de dos grandes institutos brasileiros produtores de imunizantes: Butantan e Fiocruz. 'Temos no horizonte autonomia produtora. Isso é muito importante'.

  • Bolsonaro mente sobre a eleição brasileira e sobre a eleição americana, ao mesmo tempo

    'Bolsonaro mente sobre a eleição brasileira e sobre a eleição americana, ao mesmo tempo'

    07/01/2021 Duração: 05min

    Míriam Leitão diz que o único objetivo de Bolsonaro é desmoralizar o processo eleitoral. Bolsonaro insiste em dizer que houve fraude na disputa americana. Uma alegação falsa, que vem sendo feita por Trump, desde que ele foi derrotado. Bolsonaro ainda ameaçou e disse que o mesmo pode acontecer no Brasil, caso em 2022, o voto não seja impresso. 'É o mesmo tipo de liderança deletéria'. Míriam acrescenta que 'Bolsonaro está inoculando a desconfiança em relação ao processo eleitoral brasileiro'.

  • É o momento de fortalecer a democracia brasileira para evitar o que ocorreu nos EUA

    'É o momento de fortalecer' a democracia brasileira para evitar o que ocorreu nos EUA

    07/01/2021 Duração: 05min

    Isso porque, segundo Míriam Leitão, o Brasil tem um governo muito parecido com o governo Trump. 'São do mesmo DNA: governos de direita extrema populista e líderes que desprezam as regras democráticas'. Nesse cenário, a comentarista afirma que ficou ainda mais importante que o candidato bolsonarista não seja eleito para a presidência da Câmara. 'A independência dos Poderes é parte fundamental da proteção da democracia', ressalta.

  • O presidente errou. O Brasil não está quebrado

    'O presidente errou. O Brasil não está quebrado'

    06/01/2021 Duração: 07min

    Míriam Leitão critica a declaração do presidente Jair Bolsonaro, que afirmou que o Brasil está quebrado e que ele não pode fazer nada. Comentarista destaca que, felizmente, o mercado financeiro não leva Bolsonaro a sério. Sobre Paulo Guedes, Míriam diz que ele está fazendo errado o seu papel e que o ministro precisa convencer o presidente das medidas amargas que tem que ser tomadas.

  • Atitude técnica é fundamental

    'Atitude técnica é fundamental'

    06/01/2021 Duração: 06min

    Miriam Leitão destaca a conversa que teve com a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, sobre a expectativa de avançar no processo de liberação da vacina de Oxford. Míriam destaca que a professora fala das qualidades da vacina, mas não deprecia as outras. Nísia também explicou na conversa com Míriam que a compra de dois milhões de doses importadas da Índia é para imunizar profissionais da linha de frente.

  • Brasil pode sofrer barreiras comerciais por causa da política ambiental do governo Bolsonaro

    Brasil pode sofrer barreiras comerciais por causa da política ambiental do governo Bolsonaro

    05/01/2021 Duração: 08min

    Míriam Leitão analisa o impacto das políticas adotadas pelo governo Bolsonaro no comércio internacional. O Congresso americano não aprovou a tempo a renovação do sistema geral de preferências, que reduz tarifas de importação de produtos de nações em desenvolvimento, incluindo o Brasil. Comentarista destaca que o SGP é apenas um mecanismo que oferece uma brecha para exportação sem barreiras tarifárias, mas 'o grande problema podem ser as barreiras não-tarifárias provocadas pela política ambiental brasileira'.

  • O Brasil é diretamente afetado por essa eleição para o Senado dos EUA

    'O Brasil é diretamente afetado por essa eleição' para o Senado dos EUA

    05/01/2021 Duração: 06min

    Míriam Leitão analisa a disputa na Geórgia por duas cadeiras no Senado dos Estados Unidos. Ela explica os reflexos dessa eleição no governo brasileiro. Se os democratas levarem as duas cadeiras que faltam, significa que a legislação e todas as medidas na área ambiental e climática terão mais chances de serem aprovadas. Míriam fala do estreitamento de laços entre a família Bolsonaro e Trump. 'É um abraço de afogados'. Ela destaca que a relação deve ser entre países e não entre governos.

  • A principal variável econômica de 2021 depende da vacinação

    'A principal variável econômica de 2021 depende da vacinação'

    04/01/2021 Duração: 08min

    Míriam Leitão explica que 'a economia está completamente dependente de uma variável da saúde'. Ela fala sobre a expectativa de um anúncio do Ministério da Saúde ainda nesta segunda-feira de um cronograma do plano nacional de vacinação contra a Covid-19 e o quanto o assunto está relacionado a retomada economia. Míriam acrescenta que o anúncio só será importante se for consistente.

  • Atitude completamente ilegal e criminosa do presidente dos EUA

    'Atitude completamente ilegal e criminosa do presidente dos EUA'

    04/01/2021 Duração: 06min

    Míriam Leitão analisa os desdobramentos gravação revelada pelo jornal The Washington Post que mostra o presidente Donald Trump pressionando uma autoridade eleitoral da Geórgia a 'encontrar' votos para ele. O objetivo era reverter a derrota para o democrata Joe Biden no Estado. 'Um ataque à democracia'.

página 1 de 2

Informações: