A Escola Austríaca de Economia entre a Tradição e a Inovação

A Escola Austríaca de Economia entre a Tradição e a Inovação

Sinopse

Publicado originalmente como um editorial no periódico "MISES: Revista Interdisciplinar de Filosofia, Direito e Economia", o trabalho examina as convergências entre os ideais de tradição e de inovação na Escola Austríaca de Economia. Após descrever a tensão entre as modernas ideologias progressistas e reacionárias, são demonstradas as similitudes entre os conceitos de ‘tradição’ e de ‘ordem espontânea’, defendidos, respectivamente por autores conservadores de linhagem burkeana e por pensadores liberais da Escola Austríaca, o ensaio aborda o problema do cientificismo e ressalta as críticas de Ludwig von Mises e de F. A. Hayek a tal distorção ideológica da verdadeira postura científica. Por fim, o autor discute o modo como os pensadores da Escola Austríaca, ao defenderem um compromisso simultâneo com o passado e com o futuro, conseguem preservar o legado das gerações anteriores sem impedir a evolução tanto do conhecimento quanto das instituições sociais.

Capítulos

  • INTRODUÇÃO
    Duração: 04min
  • I - AS POSTURAS MODERNAS
    Duração: 22min
  • II - TRADIÇÃO E ORDEM ESPONTÂNEA
    Duração: 32min
  • III - O PROBLEMA DO CIENTIFICISMO
    Duração: 23min
  • IV - A CRÍTICA AUSTRÍACA AO CIENTIFICISMO
    Duração: 11min
  • V - O EQUILÍBRIO ENTRE TRADIÇÃO E INOVAÇÃO
    Duração: 10min

Informações: