Jacques Derrida Amava As Mulheres: Sobre O Esquecimento De Simone De Beauvoir

Experimente 7 dias Grátis Promoção válida para novos usuários. Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

Jacques Derrida amava as mulheres. Impressão porventura subjetiva, mas não errada.
Para um filósofo, ser amante de mulheres é uma constatação banal da hegemonia heteronormativa e pós-monogâmica da profissão. Perante essa constatação, objetiva-se neste livro tecer uma crítica propositiva: como pensar a ausência, na filosofia de Jacques Derrida, de referências à obra de Simone de Beauvoir e Marguerite Duras, duas das maiores mulheres na filosofia e nas letras francesas do século vinte?