Marcel Proust E Os Paraísos Perdidos

Marcel Proust E Os Paraísos Perdidos

Sinopse

Em Marcel Proust e os paraísos perdidos, Ricardo Luiz de Souza estuda alguns dos principais temas do romance proustiano – o amor, o ciúme, a passagem do tempo, o fazer artístico, a arte como redenção, a aristocracia, as relações sociais – buscando demonstrar como é a sensação de desilusão que, ao permear todo o texto, confere a ele unidade e organicidade. E, em oposição à desilusão que define a trajetória do Narrador, surgem e ressurgem a todo momento os paraísos perdidos que apenas no final do romance, e por intermédio da arte, são reencontrados. Essa dualidade e essa trajetória são analisadas neste livro. Trata-se, enfim, de um estudo sobre a amargura, o desencanto e o pessimismo tão presentes na obra de Proust, mas trata-se, também, de um estudo sobre a visão da arte como a dimensão na qual a condição humana – do autor, do Narrador, de todos nós – poderá ser reencontrada em sua inteireza e, a partir daí, ser compreendida e, quem sabe, ser redimida.

Quem ouviu esse, ouviu também: